Sobre Nós

Missionários: Antônio e Eliane Almeida

Toda a honra e toda a glória deste site seja dada somente a Deus, o mesmo Deus que um dia proporcionou o nosso encontro para que compreendessemos exatamente quem somos, que ao nos tratar, tem nos usado para levar as pessoas o conhecimento daquilo que muitas vezes está oculto dentro de nós, desgastando nossa energia e alimentando sentimentos que destroem nossa alma dificultando o agir de Deus em nossas vidas.

Através da compreensão dos inúmeros malefícios que uma alma em conflito pode ter, gostaríamos de compartilhar e ao mesmo tempo ministrar tantas pessoas que assim como nós buscam uma palavra de cura e libertação para suas vidas.  

Ao Senhor damos graças pela oportunidade de ter nos unido e juntos podermos levar esperança a tantas almas feridas.
 

EM QUE CREMOS 

 1. Nós cremos na inspiração verbal e plena de todo o cânon aceito das escrituras como originalmente dado. As Escrituras são infalíveis, inerrantes e autoridade final para todas as questões de fé e conduta (II Tm. 3:16, I Cor. 2:13)

2. Nós cremos no Deus eterno que a si mesmo se revelou como único Deus existente em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo, distinguíveis, mas indivisíveis (Mt. 28:19, II Cor 13:14)

3. Nós cremos na criação, teste e queda do homem como relatado em Gênesis; sua total depravação espiritual e incapacidade de alcançar a justiça divina (Rm. 5:12 e 18).

4. Nós cremos no Senhor Jesus Cristo, Único Salvador de todo homem, concebido do Espírito Santo, nascido da virgem Maria, verdadeiro Deus e verdadeiro homem (Lucas 1:26-35, João 1:14-18, Isaias 7:14 e 9:6). 

5. Nós cremos que Cristo morreu por nossos pecados, foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, e apareceu pessoalmente a seus discípulos (ICor. 15:1-4, Rm. 4:25) 

6. Nós cremos na ascensão física do Senhor Jesus aos céus, sua exaltação e em sua segunda vinda pessoal, literal e em corpo para a sua Igreja (João 14:2,3 e I Ts. 4:13-18).

7. Nós cremos na salvação dos pecadores pela graça de Deus, através do arrependimento e da fé na perfeita e suficiente obra da cruz do Calvário, pela qual nós obtemos a remissão dos pecados (Ef. 2:8-9, Hb. 9:12 e 22 e Rm 5:11)

8. Nós cremos na necessidade do batismo nas águas por imersão no nome do Deus triúno: Pai, Filho e Espírito Santo para cumprir o mandamento do Senhor Jesus Cristo (Mt. 28:19, At. 2:34-36, 19:1-6) 

9. Nós cremos no batismo no Espírito Santo como uma experiência real e subseqüente à salvação, com a evidência bíblica dos Dons espirituais, concedidos por Deus para edificação do Corpo de Cristo e expansão do Seu Reino (At. 2:1-4, 8:14-17, 10:44-46, Gl. 3:14-15) 

10. Nós cremos na operação dos dons do Espírito Santo como enumerados em I Coríntios 12-14 como manifestado na igreja primitiva. 

11. Nós cremos em uma vida cheia do Espírito, uma vida de separação do mundo em perfeita santidade no temor de Deus, como expressão da verdadeira fé cristã (Ef. 5:18, II Cor. 6:14, 7:1) 

12. Nós cremos na cura do corpo, alma e espírito pelo poder de Deus, ou cura divina em seus variados aspectos como praticada na igreja primitiva (At. 4:30, Rm 8:11, I Cor. 12:9, Tg. 5:14) 

13. Nós cremos na mesa do Senhor para os crentes, comumente chamada de santa ceia ou comunhão do Senhor (I Cor. 11:28-32, Mt. 26:26-28)

14. Nós cremos na realidade e personalidade do Diabo e no julgamento eterno do lago de fogo preparado para o Diabo e seus anjos (Mt. 25:41, Ap. 20:14-15)

15. Nós cremos na vida eterna dos crentes e na punição eterna para os incrédulos (Jo. 5:24, 3:16, Mc. 9:43-48, II Ts.1:9, Ap. 20:10-15) 

16. Nós cremos que há uma igreja universal, composta de crentes genuínos, mas que esta igreja universal é composta de muitas igrejas locais. Estas igrejas estão debaixo da liderança do Senhor Jesus Cristo exercendo governo autônomo debaixo dele, administrando todas as atividades locais bem como a propagação do evangelho. (At. 15:22, com Mt. 16:18 e 18:15-20)

Passos para libertação

1. ARREPENDIMENTO DOS PECADOS: Rm 3.23, 6.23

Sem arrependimento (“voltar atrás”, “querer fazer o certo”) não há possibilidade de libertação. Naturalmente que a obra é do Espírito (Jo 16.8), mas o homem deve reconhecer seu estado pecaminoso e desejar, ardentemente, a salvação divina: Mt 4.17, At 2.38, 3.19, 20.21, 2 Co 7.10.

2. CONFISSÃO: Sl 32.3-5

Sem confissão, direta a Deus e ás pessoas ofendidas, a libertação não ocorrerá, pois o reconhecimento do pecado torna-se visível, e Satanás e suas hostes vêem quebradas suas correntes contra o pecador: Mt 5.23-24, Tg 5.16, 1 Jo 1.9,10.

3. ROMPIMENTO COM O PASSADO: 2 Co 5.17

É “jogar fora”, em nome de Jesus, o “velho homem”, com suas concupiscências, seus elos, seus vínculos, seja com Satanás, homens, entidades ou qualquer forma de trevas e abominação a Deus. Talismãs, duendes, amuletos, livros, fotos, ídolos, imagens, terços, rezas, amizades carnais, etc. devem ser quebradas e destruídas, sob pena de regressão á vida carnal: Rm 6.4-14, Ef 5.8-11, 1 Ts 4.3.

4. SALTO DE FÉ: Rm 1.17

Reconhecer que Jesus é o Senhor “Todo-Poderoso”, também na sua vida: Hb 11.6, 1 Jo 5.4-5. Este passo requer:

· Apropriar-se da Palavra: ela é a “arma espiritual”, com a qual obteremos vitória: Sl 119.9,105, Ef 6.17, Fp 4.19, 1 Tm 3.16-17, Hb 4.12. Apodere-se desta promessa para desmascarar o inimigo: 1 Jo 5.18.

· Comunhão: nenhuma libertação pode permanecer sem estar envolvida em comunhão de amor “ágape”: Sl 18-19-20, 122.1, Mt 18.19-20, 1 Pe 4.8, Hb 10.25

· Louvor e Serviço: a nossa ocupação, que nos manterá úteis e com pouco tempo para as obras da carne: Fp 4.4,6, Cl 3.23, 1 Tm 2.1, 1 Pe 4.10

· Vigilância: uma recomendação indispensável para nunca voltarmos atrás: Mt 26.41, Cl 4.2, 1 Ts 5.6, 1 Pe 5.8, Ap 16.15


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!