PORQUE OS HOMENS SE CALAM ?

02/02/2011 22:25

A Tendência Natural do Homem: Ficar em Silêncio


Se Adão fosse o único homem da Bíblia que permaneceu em silêncio, então talvez alguém pudesse dizer que esta conclusão é duvidosa. Mas há muitos exemplos na Bíblia de homens que ficaram em silêncio. Vamos olhar para eles e ver onde isso se encaixa neles.

 

O Exemplo de Adão
 
Já vimos este, mas só queria torná-lo parte da lista para que pudesse perguntar a você quais foram as conseqüências do silêncio de Adão. A conseqüência é que bilhões de pessoas têm vidas miseráveis e depois morrem, e a maioria delas vai para o inferno.
 
O Exemplo de Abraão
 
Provavelmente todo mundo saiba da promessa de Deus a Abraão (Gn. 15) de que ele teria um filho e seria pai de uma multidão, e através de quem Deus abençoaria o mundo. Após 10 anos, e nenhum filho, Sara chega a Abraão e lhe diz: toma minha serva, Agar, e tenha filhos com ela para que a promessa de Deus possa se tornar realidade. O que disse Abraão a isso? Nada. (Gn. 16:2) diz que ele atendeu à voz de Sara.
 
Então, mais tarde, depois de Agar ter Ismael, Sara fica com ciúmes e Abraão lhe diz para fazer o que quisesse com sua serva. E ele a deixa tratar Agar rudemente.
 
Assim, Abraão ficou em silêncio e fez o que Sara disse. Qual foi a conseqüência? O conflito árabe/israelita que se alastra até hoje.
 
O Exemplo de Ló
 
Sabemos por (II Pedro 2:7) e versos seguintes que Ló foi um homem justo, mas você nunca saberia disso pelo relato de Gênesis. Ele permaneceu em Sodoma e Gomorra e ficou em silêncio sobre o mal ao seu redor. Quando ofereceu suas duas filhas para uma porção de homens, a fim de proteger os mensageiros de Deus, essa não foi a atitude de um homem forte.
 
 
No final do relato, quando eles estão fugindo da cidade, e a esposa de Ló olha prá trás para Sodoma e vira uma estátua de sal, fica evidente quem era que queria viver em Sodoma e Gomorra, e quem na realidade estava dirigindo a família. Se Ló ficava atormentado em sua alma pelo mal ao seu redor (II Pe. 2:8), então por que não partiu? Porque sua esposa não queria. Ló ficou passivo e em silêncio.

 
Algum tempo depois as filhas de Ló cometem incesto com ele enquanto estava bêbado, e ficam grávidas. Assim, vemos ainda mais danos resultantes da vida passiva e silenciosa de Ló.
 
O Exemplo de Betuel
 
Você se lembra da história de como Isaque conseguiu sua esposa? Seu pai, Abraão, mandou um servo à sua terra natal para arranjar uma esposa para seu filho, Isaque. No relato de (Gênesis 24), o servo chega a um poço, encontra Rebeca, segue-a até sua casa, e então começa a barganhar com o irmão dela, Labão, para que ela se case com Isaque. No final do relato (Gn. 24:50) é dito que Betuel concordou com o arranjo. Parece-me que Labão foi o único que esteve envolvido, e que Betuel estava dando um passeio. Não posso afirmar com certeza, mas nada é dito a seu respeito, e ele não fala até o final do relato.

 
Qual foi o resultado? Ele tinha dois filhos extremamente controladores, Labão e Rebeca. Sabemos que Rebeca esteve bastante envolvida na farsa contra Isaque, quando Jacó tapeou seu pai por causa da bênção de família. E sabemos que Labão tornou miserável a vida de Jacó, quando este tentou se casar com Raquel e em vez disso acabou ficando com Lia. Assim, por ser um pai calado e ausente, Betuel ajudou a criar pelo menos dois filhos controladores e bastante manipuladores.
 
O Exemplo de Isaque
 
Não temos que ler muito mais em Gênesis antes de chegarmos ao próximo homem calado - Isaque. Ele foi um homem muito passivo. Se você ler Gênesis inteiro, verá que ele não fez nada certo, exceto permitir que seu pai quase o sacrificasse.
 
Isaque conhecia a profecia de Deus de que seu filho mais velho, Esaú, serviria ao mais novo, Jacó, mas ele preferia Esaú que aparentava ser um homem forte, viril, e que estava sempre caçando. E no final de sua vida ele foi em frente e abençoou Esaú a despeito da profecia. Por que? Acho que era mais fácil seguir a tradição de abençoar o filho mais velho do que confiar em Deus e abençoar Jacó. Por que? Quem sabe ficasse com medo da reação de Esaú.
 
 
Afinal, Esaú era caçador. Talvez ficasse com medo do que os outros poderiam dizer quando descobrissem. Porque ficou com medo de agir, sua esposa resolveu assumir o comando e cuidar do problema. O tiro saiu pela culatra e a família se separou, e Isaque e Rebeca nunca mais viram Jacó outra vez.
 
Aqui temos cinco exemplos de homens que ficaram em silêncio. Em cada situação a conseqüência foi um prejuízo muito grande para os outros. Podemos dizer que a conseqüência foi um caos.
 

Quando Deus falou, Ele colocou ordem no caos. Quando o homem falha em agir, e falar, segundo à imagem de Deus, a conseqüência é mais caos. E é muito importante reconhecer: causa o rompimento do relacionamento. E é sobre isso que tudo isto é - relacionamentos. Como meu silêncio vai afetar meu relacionamentos com os outros? A Bíblia mostra que certamente os destruirá.

O silêncio de Adão destruiu seu relacionamento com Deus e com sua esposa.

O silêncio de Abraão resultou no conflito árabe/israelita.
 

O relacionamento de Ló com suas filhas e com sua esposa não era bom.

Isaque quase não tinha nenhum relacionamento com sua esposa e com seu filho Jacó. Isso fica evidente quando lemos a história do engano de Isaque na hora da bênção. Isaque não conversa com Rebeca. Não conversa com Jacó (exceto quando pensa que ele é Esaú). Rebeca não conversa com Esaú. E Jacó não conversa com Esaú. Você vê uma família dividida ao meio.

Repare também que em cada uma destas situações, quando o homem ficou quieto, a mulher se intrometeu e assumiu o controle. Deus disse que essa ia ser a tendência natural da mulher em (Gênesis 3:16), e podemos vê-la acontecendo vezes e mais vezes.

Assim, a tendência natural do homem é ficar calado. Mas, o que vimos até aqui deve acabar com a descrição do homem como alguém "Forte e Calado".

O homem é criado à imagem de Deus e também deve falar dentro da desordem e criar ordem e vida;
 

Mas a tendência natural do homem é evitar o caos e ficar calado;

Quando ele faz isso, cria mais caos e destrói os relacionamentos.

· Se o homem é criado à imagem de Deus, então ele precisa fazer o mesmo. Os homens precisam se mover dentro do caos e da escuridão e criar vida e ordem. Fazemos isso ao falar ou fazer ao nos envolvermos emocionalmente.

· Mas a tendência natural do homem é evitar a escuridão. Nossa tendência natural é evitar situações bagunçadas. Vimos cinco exemplos em Gênesis de homens que ficaram quietos, que evitaram situações bagunçadas
 

Adão, Abraão, Ló, Betuel e Isaque. Em todos os nossos exemplos, os homens foram presenteados por uma situação que era de caos ou de desordem. Na verdade era apenas a vida real. Mas eles não fizeram nada, e assim suas esposas se intrometeram com sugestões, ou com engano ou tomaram o controle. Em cada exemplo, a conseqüência foi mais caos e relacionamentos rompidos.

· Assim, quando Deus falou, ele colocou ordem no caos. Quando o homem falha em agir, e falar, segundo a imagem de Deus, a conseqüência é mais caos. E é muito importante reconhecer: causa o rompimento dos relacionamentos.

Podemos observar que uma das melhores e mais mal-usadas passagens da Bíblia a esse respeito está em (Efésios 5:25). Ela diz que os maridos devem amar suas esposas como Cristo amou sua igreja e a Si mesmo se entregou por ela. Temos ouvido as pessoas ensinarem sobre esta passagem e o que entendem é que precisamos nos sacrificar pelas nossas esposas. Então dão sua lista de coisas que podemos fazer para nos sacrificar.

Mas o conceito todo por trás desta passagem é que Cristo veio à terra para construir relacionamentos com os homens. Nós O rejeitamos e O matamos. O que isto significa para o marido é que ele precisa se aproximar de sua esposa e construir um relacionamento com ela.
 

No processo, ela vai rejeitá-lo, desapontá-lo, machucá-lo, vai argumentar com ele, não vai reagir a ele, etc. E é aí que o sacrifício entra em estar disposto a ser machucado no processo de se aproximar de sua esposa. O sacrifício entra ao se estar disposto a penetrar o caos e o mistério dos relacionamentos.
 

Três Modos de Se Relacionar

Precisamos entender o princípio que move cada homem. O movimento define a vida de um homem. Se não estamos nos movendo na direção certa, então nos moveremos na direção errada. Bom movimento significa atravessar a miséria pessoal em direção a Deus. Mau movimento é o movimento direcionado para nada mais do que o alívio da miséria pessoal.
 

Uma vez que os homens são fundamentalmente seres que se relacionam, todos os movimentos serão vistos mais claramente na maneira de um homem se relacionar.

O Homem Carente
 

O homem carente sabe que precisa dos relacionamentos para ser feliz, mas sua visão dos relacionamentos é distorcida. O que ele quer é que os outros venham até ele e conheçam suas necessidades, sem que exijam algo de bom de sua parte. Na verdade, ele está procurando a felicidade nas pessoas, não em Deus.

Este é o homem que chega em casa todas as noites e solta um profundo suspiro ao entrar pela porta, a fim de que a família saiba o quanto ele esteve trabalhando o dia todo por eles (Isso é mentira. Ele está trabalhando para si mesmo.) Ele quer que cuidem dele, mas está enviando um sinal na expectativa de que não esperem nada dele.
 

Este é o homem que se sente como um mártir porque está casado com uma mulher que não se interessa por sexo. A verdade é que ela não reage porque ele não está se dirigindo a ela e então não há nada a que reagir. Quando ela não atende às suas necessidades, ele se sente como um mártir e se sente justificado ao cobiçar outra mulher ou ter um romance, pois é seu direito ter suas necessidades sexuais satisfeitas, e sua esposa não as está atendendo.

O que este homem precisa fazer é perceber sua atitude infeliz ver o seu mal e se arrepender.
 

Mas o homem carente não vê isso.

O Rei Saul é um bom exemplo. Ele tinha necessidade de respeito. Quando falhou em exterminar os amalequitas e seus animais como Deus ordenara (deixou vivo o rei, o gado e o rebanho) e foi pego pelo Profeta Samuel, começa a se atrapalhar e diz que deixou-os vivos para sacrificar a Deus.
 

Quando Samuel diz que é melhor obedecer do que sacrificar, Saul diz, pequei, mas então, imediatamente, pede a Samuel que volte com ele à capital e fique a seu lado na adoração pública. Quando Samuel se vira para partir, Saul agarra a orla de seu manto e o rasga. Então Samuel diz que o rasgo em seu manto é uma ilustração de que Deus vai retirar o reino de Saul. Saul diz novamente "pequei", mas rapidamente acrescenta "honra-me, pois, agora, diante dos anciãos e do povo de Israel..." Ele estava mais preocupado com as aparências e em manter o respeito do povo do que com seu pecado. (I Sm. 15:13-30).

O Homem Durão
 

Superficial mas inflexível descreve este homem. Ele tem a postura "a vida continua". Este é o tipo "grandalhão silencioso". Raramente fala sobre suas lutas pessoais e tende a "resolver" rapidamente qualquer tensão nas relações que não puder evitar ou dispensar. Ele canaliza sua força para as coisas em que é bom e se recusa, mesmo que por um momento, a mostrar-se envolvido em qualquer coisa em que não seja bom isto é, nos relacionamentos. Quer ficar onde se sente confortável. Quer dissipar o mistério.

Ser durão não significa necessariamente ser malvado ou cruel. Ele não tem que ser grosseiro. Pode ser cordial o tempo todo e geralmente é. Ele é legal, acima de reprovação, só não tem envolvimento emocional. Ele tem uma porção de colegas, mas nenhum amigo chegado.
Ele somente não se permite sentir qualquer coisa. O homem carente sente a dor, e se preocupa com ela. O durão a ignora.

O Homem Temente a Deus
 

O homem temente a Deus é sensível, mas isso não o leva à preocupação ou à queixa. Ele é magoado pelos relacionamentos rompidos, mas em vez de fugir ou exigir que os outros venham até ele, usa essa mágoa para dar mais definição e energia à sua responsabilidade nos relacionamentos. Ele está disposto a sacrificar seu prazer (legítimo ou ilegítimo) a fim de poder ajudar aos outros.

Ele liberta os outros de seu controle e os encoraja, a fim que sejam livres para lutar com a sua própria solidão, dor e egoísmo. Ele esteve em meio às batalhas e atravessou para o outro lado para o lado de Deus. Ele quer ajudar os outros a encontrarem a Deus também.
 

Assim, há três modos de se relacionar: você pode ser um homem carente, sempre arrastando os outros de encontro às suas necessidades. Ou pode ser do tipo durão e ignorar seus sentimentos, e os dos outros, canalizando sua energia para as coisas em que é bom. Ou pode ser um homem temente a Deus, e sentir sua própria dor, e a dos outros, e usar isso para crescer pessoalmente, e depois usar seu crescimento para ajudar os outros a crescerem.

O Que Falar Não É
 

Ao falarmos sobre o silêncio de Adão. Ao mesmo tempo mostramos que ficar em silêncio não é bom. Fugir de nossos relacionamentos não é bom.
Provavelmente você também chegou à conclusão de que isto significa que precisamos falar claramente.

Como geralmente é o caso, quando aprendemos aquilo que não deveríamos estar fazendo, pulamos o problema e decidimos que vamos resolvê-lo depois (procrastinar). No entanto, geralmente vamos para o extremo oposto. Assim, precisamos compreender com o que temos que tomar cuidado. Precisamos compreender o que falar não é.
 

Falar não é dizer coisas sem sentido
 

Você pode falar muito e nunca tocar em assuntos importantes. Talvez você fale o tempo todo sobre esportes ou computadores e nunca tenha qualquer conversa significativa. Quando fazemos isto, ainda estamos ficando calados sobre coisas importantes, mesmo que nossas bocas estejam completamente abertas.

Paulo diz em (I Coríntios 13:1) que quando falamos sem amor somos como o bronze que soa e como o címbalo que retine. O alvo principal deste estudo, é como realmente ter relacionamentos melhores. É sobre como amar. Assim, a afirmação de (Paulo em I Coríntios) é muito apropriada. (Efésios 4:15s) também está relacionado, onde Paulo fala sobre dizer a verdade em amor.
 

Falar não é só conversar

Falar também envolve ações. Envolve tanto palavras quanto obras. Se você só diz que vai fazer algo e não faz, então isso não tem valor. (Tiago fala sobre isso no capítulo 2). Falar significa envolver-se. E acho que devemos ressaltar que significa envolver-se emocionalmente.
 

Falar não é dominar

Falar não é controlar uma situação aos berros ou submeter os outros à humilhação ou à obediência. Isso apenas torna uma pessoa introspectiva e distante de Deus. Você também imporá aos outros a resignação ou os incitará à rebelião para se preservarem. Você pode ver isto em seus filhos. Se é assim que você se relaciona, um filho pode ser complacente e cordato e o outro sempre metido em encrencas na escola.
 

O que queremos deixar claro é que não estamos dizendo que os homens devam começar a dominar todas as situações e relacionamentos à sua volta. Não, estamos dizendo que precisamos ser categóricos e simplesmente dizer as esposas para calarem a boca quando discordarem de nós.
Quando você faz isso, não está sendo um homem forte.

Está somente tentando tomar o controle (através da carne) e impor ordem à situação e fazer com que os outros recuem para que você não tenha que tratar do assunto. Você está se escondendo outra vez, como Adão fez no jardim do Éden.
 

Todas estas coisas são exemplos do que falar não é. Então, o que é falar?

Falar é dizer ou fazer qualquer coisa que seja necessária para me aproximar de outra pessoa e levar a mim mesmo e a essa outra pessoa a confiar em Deus em meio às situações da vida, em meio ao caos.
 

Mensagem para a familia

Que o diálogo seja sempre uma proposta instituida no seio da familia, que mesmo nos momentos de conflito, marido, mulher e filhos possam se sentar e conversar abertamente, ainda que seja para uma repreensão momentânea que leve a um conserto, que com certeza lá na frente produzirá harmonia, comunhão e frutos pacíficos.
 

Que os maridos possam de fato e de direito exercer o verdadeiro sacerdócio instituido por Deus, junto a família, e as mulheres por sua vez, cumpram o seu importante papel de coluna e ajudadora do lar, para que o relacionamento não se torne um caos, trazendo marcas e feridas profundas na alma.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!