ESFERAS INVISÍVEIS DA NOSSA MENTE

15/10/2010 15:32

 

Mesmo conhecendo a Palavra de Deus e as suas promessas, alguns cristãos dos nossos dias vivem uma vida de passividade e derrota. Muitos andam apenas à sombra da realização de outras pessoas, de outros ministérios e não assumem a posição que Jesus Cristo já lhes deu no Seu corpo, que é a Igreja.
 

Em decorrência disso, ficam apenas olhando o tempo passar, as esperanças escapando das suas mãos, a vida perdendo o sentido e a acomodação chegando. Ao contrário, o que se observa é que todas as pessoas vitoriosas foram aquelas que não desistiram facilmente.  
 
A postura dessas pessoas nunca foi a de cruzar os braços, ficar mal-humoradas e nem a de olhar as coisas com ar de incredulidade. Elas compreenderam que o caminho para a vitória é PENSAR CLARAMENTE. Mas, afinal o que é isso?
 
Pensar claramente é ganhar a batalha da mente e manter cativos seus pensamentos corretos.
Toda a confrontação que determina a nossa vitória ou derrota começa na nossa mente.
 
 
Vejamos algumas expressões de derrota:
 
" Para que tentar de novo? "
" É melhor a gente desistir! "
" Não vai dar certo! "
" Isso não vai funcionar! "
" Ninguém conseguiu fazer isso antes ..." 

 
Na verdade, nós nos tornamos aquilo que pensamos: as ações que vão saindo de dentro de nós são exatamente o resultado dos pensamentos que vão entrando.

" Porque como imaginou na sua alma, assim é ... " (Pv 23,7).

A mente é, sem dúvida, o alvo maior do ataque de satanás nestes dias. É o ponto central do seu ataque e de todas as suas estratégias.

" Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo". (Efésios 6,11).
 
A palavra "cilada" no grego corresponde a palavra "METHODIA", de onde vem a nossa palavra portuguesa "MÉTODO". Isso significa que satanás é dono de uma estratégia total, bem ordenada, eficaz, comprovada ao longo do tempo e que funciona como por encanto.

"Pois não temos que lutar contra a carne e o sangue, e, sim, contra principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestiais" (Efésios 6,12).
 
Observe que a luta de que nos fala o apóstolo Paulo não é uma luta visível, mas MENTAL.
"E a quem perdoardes alguma coisa, também eu. E o que eu perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo, para que não sejamos vencidos por satanás, pois não ignoramos os seus ARDIS" (II Corintios 2,10-11).
 
A palavra "ardis" no grego é derivada de uma palavra cuja raiz significa: MENTE. Assim, parafraseando as palavras do apóstolo Paulo acima, podemos dizer o seguinte:
 
"Nosso desejo é que o inimigo não nos agarre, mediante a confusão dos nossos pensamentos, porque estamos bem conscientes de sua estratégia dirigida às nossas mentes".

"Mas se o nosso evangelho ainda está encoberto, para os que se perdem está encoberto, nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus" (II Coríntios 4, 3-4). 
 
Aqui vemos mais uma vez a clara operação do ataque de satanás na mente do homem, cegando o seu entendimento. Só o poder de Jesus Cristo pode nos trazer luz e nos libertar dos jogos mentais que satanás monta para nos impedir de sermos vitoriosos.

"Pois Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, é quem brilhou nos nossos corações, para a iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo" (II Coríntios 4, 6).
 
Apesar de termos sido transportados das trevas para a luz, não pense que o inimigo vai desistir de lutar pelo território que ele ocupou tanto tempo. Essa luta pode, até mesmo, continuar por muito tempo. Vamos compreender melhor isto meditando o texto bíblico abaixo:
 
"Pois embora andando na carne, não militamos segundo a carne. As armas da nossa guerra não são carnais, mas sim poderosas em Deus para a destruição das FORTALEZAS. Derrubamos todo o raciocínio e toda a altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levamos cativo todo o PENSAMENTO à obediência de Cristo" (II Coríntios 10, 4-5).
 
Novamente o apóstolo Paulo nos esclarece que essa luta não é carnal: É uma guerra que acontece nas esferas invisíveis da nossa mente, com o objetivo de nos levar, ou até mesmo nos manter, em posição de derrota. Antigamente as cidades eram edificadas dentro de muralhas grossas e maciças para proteção contra os inimigos que vinham de longe.  
 
A única forma do inimigo conquistar uma cidade era destruindo as suas fortalezas. Construíam-se algumas torres, em alguns pontos estratégicos dentro das muralhas, aonde ficavam, nos tempos de guerras, homens experientes e muito bem treinados na batalha. Por estarem numa posição elevada no alto dessas torres, eles podiam avistar melhor o inimigo que se aproximava e gritar as ordens e as estratégias que deveriam ser adotadas para vencer a ameaça. 
 
Para tomar a cidade o inimigo teria que vencer 3 etapas básicas:

1. ESCALAR AS MURALHAS OU PENETRÁ-LAS.
 
2. INVADIR AS TORRES DE VIGIA.
 
3. PRENDER OU MATAR OS LÍDERES MILITARES.
 
Uma vez que isso tivesse sido conseguido, a conquista da população não seria uma coisa muito complicada. Esta era a estratégia de batalha no primeiro século.
 
Aproveite, agora, a ilustração de II Coríntios 10, 4-5, não vendo como um ataque a uma cidade, mas a nossa MENTE:

NOSSA MENTE, QUE ANTES FORA TERRITÓRIO OCUPADO PELO INIMIGO, DEPOIS QUE FOI ILUMINADA PELA LUZ DO EVANGELHO, DEIXOU DE SER CEGA. FOI ALGO SOBRENATURAL QUE DEUS FEZ POR NÓS. MAS, APESAR DO NOSSO INIMIGO ESTAR DERROTADO, ELE CONTINUA A EXERCER PRESSÃO COM O FIM DE TENTAR RECUPERAR "O DOMÍNIO" QUE ELE EXERCIA SOBRE NÓS, TENTANDO TRAZER DE VOLTA OS ANTIGOS HÁBITOS OU CONDUTAS DO NOSSO PASSADO. POR ESSA RAZÃO, QUANTO MAIS UM CRISTÃO AMADURECE, MAIS BATALHAS ELE VAI TRAVAR NO CAMPO DA MENTE.
 
Fortalezas e raciocínios (ou sofismas) representam os padrões de pensamentos e hábitos tradicionais que foram sendo incutidos em nós durante muitos e muitos anos. 
O Senhor, porém, possui uma arma divina muito poderosa que é a Sua Palavra: ele invade as nossas fortalezas com a ajuda do Espírito Santo. Mas, tão logo as muralhas dos raciocínios (ou dos sofismas) são vencidas, encontramos a torre da ALTIVEZ
 
Leiamos de novo o versículo 5a:

"Derrubamos raciocínios e toda a ALTIVEZ que se levante contra o conhecimento de Deus ... " (II Coríntios 10, 5a).

Altivez são os bloqueios mentais que levantamos contra os pontos de vista espirituais. Todas as vezes que estamos sendo fortemente pressionados, quando estamos sob ataque, passando por uma provação, perseguidos, caluniados, criticados ou prejudicados, a nossa tendência é tentar regredir aos hábitos carnais.
 
Nessa hora nós confiamos mais naqueles pensamentos que nos foram transmitidos pelos nossos pais, amigos ou colegas. E isso é ALTIVEZ. Veja algumas expressões como exemplo:

"Isso não é bem assim!""Precisamos ser mais práticos!""Essa não é a minha área!" "Isso não tem lógica!"

 
Deus quer que arrebentemos todas essas cadeias e nos livremos delas, porque nossa "altivez" cavou uma trincheira e precisa sair daí."É difícil quebrarmos velhos hábitos", mas precisamos parar de nos convencer de que: "não podemos fazer aquilo"... ... "não devemos nos arriscar"... ... "se insistirmos nisso vamos fracassar", etc...

 
ESSA SITUAÇÃO PRECISA MUDAR. A ALTIVEZ TEM QUE SER VENCIDA!!! 
QUAL SERÁ O OBJETIVO FINAL DE DEUS COM TUDO ISSO ??? A resposta está na segunda parte do versículo 5:

"... e levamos cativo todo o pensamento à obediência de Cristo" (II Coríntios 10,5b).
 
O OBJETIVO FINAL DE DEUS É TRANSFORMAR OS NOSSOS VELHOS PENSAMENTOS, QUE NOS LEVAM A DERROTA, EM NOVOS PENSAMENTOS QUE VÃO NOS ENCORAJAR. ELE QUER COLOCAR UM NOVO PADRÃO NA NOSSA MANEIRA DE PENSAR, TIRANDO OS VELHOS HÁBITOS QUE SÃO DUROS DE SEREM QUEBRADOS.  
 
VOCÊ PODE ENTENDER AGORA POR QUE AQUELAS REAÇÕES, QUE VOCÊ ALIMENTOU DURANTE ANOS, AINDA CONSTITUEM ÁREAS PROBLEMÁTICAS NA SUA VIDA??? 
 
ACREDITAMOS QUE AGORA FICOU MAIS FÁCIL DE ENTENDER A SUA LUTA CONTRA A INVEJA, O ORGULHO, O CIÚME, O PERFECCIONISMO, O ESPÍRITO NEGATIVO E CRÍTICO E ETC...LEMBRE-SE: "LEVE TODO O PENSAMENTO CATIVO À OBEDIÊNCIA DE CRISTO".
 
Não é difícil enunciar a pergunta essencial: COMO ??? Como posso eu, pessoa que absorveu tantos anos de pensamentos de derrota, transformar esses velhos pensamentos em novos pensamentos de encorajamento?
 
Se você estiver realmente empenhado em derrotar esses pensamentos, temos, então, três palavras para oferecer-lhe: memorizar, personalizar e analisar.
 
1. MEMORIZAR: Para que os antigos pensamentos derrotistas sejam invadidos, derrotados e substituídos por pensamentos novos, vitoriosos, é preciso um processo de reconstrução. A melhor forma para começar este processo é a disciplina de memorizar as Escrituras. 
 
O deslocamento de pensamentos negativos exige ação agressiva. Que tal estabelecer uma estratégia forte de assalto, baseada em várias promessas de vitória ?

 
"O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas a vitória vem do Senhor" (Provérbios 21,31).
 
 
 
"Posso todas as coisas n'Aquele que me fortalece" (Filipenses 4,13).

 Disse-vos estas coisas para que em Mim tenhais paz. No mundo tereis aflições. Mas tende bom ânimo! Eu venci o mundo" (João 16,33).
Tudo o que você tem que fazer é pegar uma Bíblia. Quando você encontrar um enunciado que se relaciona com algum problema que o aflige, ou com alguma necessidade de sua vida, gaste uma parte do seu dia guardando-o na sua mente.
 
 
 
Você se espantará diante da força que isso lhe dará.

2. PERSONALIZAR: Quando você estiver começando o processo de substituir pensamentos velhos, negativos, por pensamento novos, animadores, use os pronomes "EU", "ME", "MEU", "PARA MIM", sempre que você deparar com declarações significativas. Isso se chama personalizar as Escrituras.

 
Exemplo: "Não andeis ansiosos por coisa alguma; mas em tudo, pela oração e pela súplica, com ações de graças, sejam as vossas petições conhecidas diante de Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e as vossas mentes em Cristo Jesus. 
 
Quanto ao mais irmãos, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisto pensai." (Filipenses 4, 6-8). 
 
Sugerimos que você personalize esse texto assim:"Não devo andar ansioso por coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas diante de Deus as minhas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus que excede todo o entendimento, guardará o meu coração e a minha mente em Cristo Jesus. Finalmente, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o meu pensamento"
 
Se você apegar-se a este processo, não demorará muito para que a velha "fortaleza" seja escalada, e as coisas altivas invadidas; e seus pensamentos começarão a transformar-se.

 
3. ANALISAR: Logo que você vir-se reagindo negativa ou defensivamente diante de uma situação, pense, analise a situação. Analise os seus pensamentos. Em seguida, faça a si mesmo as seguintes perguntas: "Por que estou com tanta raiva, e preocupado com isso ?" Ou "Existe alguma coisa de que eu tenha medo ?" Ou, talvez: "Estou reagindo negativamente porque tenho minhas razões, ou trata-se apenas dos maus hábitos que eu formei ?"
 
Quebrar hábitos mentais de longa duração não é fácil nem rápido, mas vale a pena tentar. Agindo assim você não permitirá que as circunstâncias da vida o empurrem para baixo, mantendo-o subjugado.

 
Que o Senhor Jesus os abençoe
 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!