AS LUTAS INTERIORES NA ADOLESCENCIA EM MEIO A FÉ

17/02/2011 17:57

"Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno." (I João 2:14).

A adolescência é uma época de grandes contrastes: o primeiro e mais marcante é aquele que diz respeito sobre o modo como o adolescente vê a si mesmo. 

 

Num momento ele se entende adulto e noutro se compreende criança (mesmo que não diga). Dentre tantos contrastes, o adolescente cristão vive a questão mais delicada de toda a história do seu relacionamento com Deus: o desejo de servir a Deus, sem, contudo, fazer o que Deus gosta, o que é pior, às vezes, gostar daquilo que Deus não gosta!

Esse pensamento atormentador que invade o coração e a própria alma do adolescente pode fazê-lo rebelar-se contra a fé. Porque a fé, muitas vezes, lhe atinge diretamente em todas as preferência e escolhas.
 
Atingir esse ponto é o mesmo que atingir a identidade do adolescente, pois suas escolhas são também sua própria personalidade (é na adolescência que o jovem define um tipo de música que gosta, um tipo de “visual” etc).

Portanto, o problema do adolescente com o contraste que a fé provoca é que essa, nem sempre aprova o seu comportamento e escolhas.

Quando isso acontece, o que o adolescente cristão deveria fazer?
 
Enchendo-se de sabedoria em (Lc.2:42-52) descreve o desenvolvimento impressionante de um jovem que está por completar doze anos. Quando esse extraordinário desenvolvimento ocorre, Lucas nos esclarece que Jesus buscou crescer. O tempo verbal empregado aponta para uma ação do sujeito que procura completar-se, no caso, com sabedoria.

Às vezes, pensamos que a sabedoria para fazer boas escolhas virá com o tempo, a partir de um amadurecimento que cai do céu. Mas, as coisas não são assim. Antes, devemos dar duro para cavar preciosos tesouros de sabedoria, Jesus certamente o fez!
A graça de Deus estava sobre ele . Assim como nós, Jesus Cristo homem também foi fortalecido pela graça de Deus.  

Algum adolescente pode imaginar-se, da noite para o dia, agindo como Jesus e fazendo as escolhas que agradam a Deus e trazem maturidade?
 
Na verdade, o primeiro passo é pedir a Deus que manifeste a sua graça na sua vida. Somente quando Deus nos capacita é que temos condições de agir contra a nossa própria natureza pecaminosa e, então, fazer boas escolhas.
 
Esses contrastes existem porque ainda não somos aquilo que Deus nos salvou para ser: santos.
 
 
CONCLUSÃO:

Portanto, é certo que não somente os adolescentes vivem o dilema desse grande contraste, mas todo e qualquer cristão verdadeiro, luta para ser mais parecido com Cristo.

Aos adolescentes cristãos, deixamos essa palavra de alerta e incentivo: é possível ser um adolescente que agrada a Deus e é possível ser mais parecido com Jesus, mesmo enquanto adolescente. 

 
Para isso, apenas quatro sugestões: 

 
1- Pense em que tipo de adulto você quer ser;

 
2- Procure crescer no conhecimento da Palavra de Deus;

 
3- Lute com todas as suas forças para se desenvolver na vida cristã;

 
4- Dependa exclusivamente da graça de Deus.
 

Jesus abençoe a você adolescente e saiba Ele que ser para você um modelo a seguir.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!