ALERTE-SE PARA O VIRÚS LUCIFERIANO

26/02/2011 18:22

 

Os Sete Pecados Capitais.

Orgulho; Inveja; Ira; Preguiça; Avareza; Gula; Luxúria.

 
Informações Importantes.
 

Não existe uma lista dos 7PC na bíblia sagrada. A idéia dos 7PC surgiu no século IV, através do Movimento Monástico. Após a suposta conversão de Constantino o cristianismo tornou-se a religião oficial do Império Romano... A maioria dos cargos públicos era destinada a pessoas cristãs, logo, todos queriam ser cristãos, porém, sem uma verdadeira rendição ao senhorio de Cristo.

O cristianismo começou a ser banalizado... Também o casamento da Igreja com o Estado enfraqueceu a missão profética da igreja e a corrupção passou a ser mais comum. Alguns homens piedosos, então, decidiram fugir deste contexto confortável e ameaçador. Tais homens se dirigiram para os desertos (do Egito) à procura de reclusão e santificação, daí os mosteiros.

O Monge Evágrio do Ponto foi o primeiro a identificar e conceitualizar os 7PC. Um dos seus discípulos, Cassiano, foi quem trouxe a lista para o Oriente. E no sec. VI, o Padre Gregório Magno consolidou a lista clássica que passou a integrar o Catecismo do Catolicismo Romano. Posteriormente a lista foi revisada e mais à frente, no sec. XVII, definitivamente estabelecida. Hoje ela é parte essencial do Catecismo Católico.

O que são os Pecados Capitais?

 
São os chamados pecados graves, mortais, fatais.
São capitais por serem a fonte de outros pecados (os chamados pecados veniais ou menos graves).

Exemplo.:
 
Ira (capital) gera vingança (venial)... Orgulho gera facção... Preguiça gera comodismo.

Portanto, são capitais não apenas por serem fatais, mas também por governarem outros...

I. Orgulho.

 
Tomaz de Aquino (1400 -1500) considerava o orgulho como o mega pecado ou o pai dos pecados... Ele chamava-o de vanglória.

Vanglória = Vão; Vazio. Ou glória no que é vão.
 
Segundo Aquino:

1. Vanglória é aquilo que não tem substancia; é falso... Tem haver com a busca da glória em nós. Glória esta que não temos, pois não temos conteúdo/substancia própria. Tudo que temos é derivado.(I Co.4:7.).
 
2. Vanglória é aquilo que não tem consistência/solidez... É Efêmero; passageiro; finito. (Tg.4:14).

3. Vanglória é aquilo que não é capaz de realizar um fim devido; não tem fim em si mesmo.
Não consegue dar um fim real a si mesmo; à sua própria existência.

C.S Lewis declarou: “O orgulho é o mais completo estado de alma anti-Deus...” É um o pecado Luciferiano..( Is.14:11/Ez.28)...”

O Orgulho tem haver com o EGO ABSOLUTO = “É a crença de que Eu sou o máximo...” Ele é detectado por falas e pensamentos do tipo: Eu sou o Maximo; eu sou o melhor; eu sou mais...

C.S. Lewis, dizia: “Toda vez que você se considera Bom; Virtuoso; Mais... Tenha certeza; isso não veio do Espírito santo”.

 
Você não precisa se considerar o primeiro para ser um orgulhoso, basta se considerar o penúltimo...

“Não precisa que haja alguém acima de você... Basta que haja alguém abaixo para constatar que o germe luciferiano te picou”.

Por que o orgulho é pecado.

1. Por que nos faz competidores.

O orgulhoso é narcisista... É egoísta... Vive para si... Tal pessoa nunca conseguira viver em comunidade, pois seu ego é absoluto. Seu desejo é estar acima dos outros... É ser melhor que os outros... Isso o faz individualista...

O orgulhoso não aceita ser repreendido, afinal sabe tudo... Não aceita críticas, pois esta acima dos críticos...

O orgulhoso nunca viverá em Koinonia, pois pensa que o outro é que deve servi-lo. Nunca pedirá perdão... Nunca lavará os pés do próximo.

2. Nos mantém sempre descontentes.

O orgulhoso acredita que todos devem servi-lo, inclusive Deus, e como isso nem sempre acontece ele se irrita (Esse Deus não serve pra mim... Essa igreja não me satisfaz... Essa pessoa não me completa).

3. Nos conduz a outros pecados (por isso é um pecado capital)

 
Que pecados são esses?

a) Vaidade.

O vaidoso anseia ser belo, atraente, desejável e admirável. Tal pessoa tende a se tornar hipócrita, pois acredita que precisa se mostrar sempre perfeito. Não se intimidará com as mascaras... Buscará a todo custo os elogios...

Um demônio estava no deserto tentando um monge, mas sem sucesso. De repente chegou Lúcifer, o chefe, e perguntou em que pé estava as coisas. O demônio respondeu que estava fracassado. Satanás lhe perguntou quais eram suas estratégias. O demônio respondeu; mulher, dinheiro, comida. O diabo então o orientou; “diga-lhe que nunca conheceu alguém tão santo quanto ele, e você alcançará seu objetivo".

Como no final do Filme, O Advogado do Diabo, Vaidade é o pecado mais saboreado por Satanás.

b) Presunção.

O orgulhoso sempre dirá; eu sei... Eu faço... Ninguém é tão bom quanto eu...

c) Auto-suficiência.

Eu não apenas faço, mas faço sozinho... Não preciso de ninguém... Dizem que todos os outros pecados você precisa ou pode contar com alguém... Mas, o orgulho o é pecado solitário, afinal o orgulhoso se basta até para pecar.

Como vencer o orgulho?

 
Amando a Deus e ao próximo, não como a nós mesmos, mas com o amor de Cristo.

1. Primeiro amando a Deus. (I Co. 10:31).

2. Amando ao próximo como Cristo nos amou.
 
É interessante pensar nisso; quando perguntado sobre o maior mandamento Jesus disse que o maior mandamento é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo... Todavia, mais à frente, Jesus parece aprofundar a questão e diz: amai-vos uns aos outros como eu vos amei.

Por que disso?

Talvez porque ele sabia que amar aos outros como a nós mesmo não é o padrão, pois se em algum momento esse amor for provado, fracassará, afinal nosso amor por nós mesmos sempre será maior que nosso amor pelos outros.

Por isso, devemos amar ao outro não como a nós mesmos, mas como Cristo nos amou. E como Cristo nos amou? Sacrificialmente!!!

Só há uma forma de vencer o Orgulho: Rendendo-se a Deus e vivendo para o outro como Cristo viveu. (Fl.2:5).

Graça e Paz

 


 

Texto extraído do estudo do Pr.Ed René Kivits

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!