A FÉ SUPERA AS BARREIRAS DO MEDO

21/01/2010 14:44

A maior ilustração Bíblica de incredulidade temerosa e fé destemida durou quarenta anos. É o mesmo que assistir a uma peça com quarenta atos em um palco, retratando a falência total da fé. Continuamos a vê-los com os olhos da nossa mente, aqueles acampamentos das tribos de Israel, muitas vezes as suas perambulações os trouxeram perto da fronteira da terra prometida.
 

 Não era que eles não acreditaram que poderiam atravessar. Eles sabiam que tinham esse direito, pois Deus havia dado a terra a eles. Eles estavam completamente convencidos. A fé deles até aquele ponto era perfeita, mas ela teve um erro fatal, a minhoca do medo estava no seu âmago. Sua fé não tinha valor enquanto eles temessem. Então, a maioria deles não chegou lá.

Eles se apavoraram. Eles murmuravam por suas perdas, mas sua fé não era o suficiente para mudá-las. Eles se lamentavam enquanto poderiam ter se esbanjado. O episódio dos espias teve dez incrédulos e dois cheios de fé. Isto provavelmente é uma média normal, dois a cada dez crêem e obtém o que Deus tem pra eles. Os outros ficam desejando e morrem.

 
Depressão

 
Quando Jesus disse: "Não temas, crê somente" (Lucas 8:50), era uma análise profunda dessa emoção. Normalmente dizemos: "Não tenha medo, seja corajoso!" Jesus não disse simplesmente: "Não tenha medo." Ele sabia muito bem que o medo é parte da estrutura do homem. Ele disse: "Não temas, crê somente."

  
Durante períodos de melancolia, como quando as Escrituras dizem: "Nem estrelas nem lua aparecem," confiar em Deus é a âncora da alma. "Em me vindo o temor hei de confiar em Ti" (Salmos 56:3).

 
Aquela é a hora de confiar. O escritor do (Salmo 42) pode ter sido afligido temperamentalmente da mesma maneira, mas outra vez, a fé veio para ajudá-lo. Ele disse:

 
"As minhas lágrimas tem sido o meu alimento dia e noite. . . ...Porque estás abatida ó minha alma? Porque te perturbas dentro em mim?" Parecia que ele não tinha uma explicação racional para sua depressão. Contudo, ele sabia onde obter a força. Ele falou consigo mesmo: "Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxilio e Deus meu". (Salmos 42:3,5).

  
Fé não é sentimento

  
Isto ilustra uma lição importante:

 
Quando o perigo vem, o medo é inevitável. Quando a nossa química corpórea se arma ao sentir um perigo iminente ou sofremos pesados golpes e nossas circunstâncias são opressivas e escuras, ou quando dor nos invade, medo e alarme vem, como natural causa e efeito.

  
O que então a fé faz? Ela tira as algemas dos nossos tornozelos, desafiamos seu aperto paralisante e seguimos em frente de qualquer forma. Com Deus, o medo não nos vai parar, nós o superamos.

  
Se nós cremos, nada poderá mudar isso, não importa o que nos martela e nos machuca. Jesus disse que seus seguidores deveriam dar as suas vidas por Ele, mas: "não se perderá nem um só fio de cabelo da sua cabeça" (Lucas 21:18).

  
VOCÊ o verdadeiro você, crê em Deus? A superfície do mar é agitada, mas as profundezas estão paradas. A fé opera sem reações emocionais. Secretamente comunica força na mente e paz de espírito. Você não vai para baixo, mas para cima. Fé nos tira do gancho do medo. Fé não é somente para o domingo, mas para a vida toda. Fé não é somente para transpor montanhas (Mateus 21:21).
 
 
É para VIVER. Deus nos dá graça para viver, se nós crermos. "O justo viverá por fé". Fé é o fator positivo da vida.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!