PEDRA DE TROPEÇO OU MEMORIAL? A ESCOLHA É SUA!

05/09/2012 13:17


 

“Então levantou-se Jacó pela manhã de madrugada, e tomou a pedra que tinha posto por seu travesseiro, e a pôs por coluna, e derramou azeite em cima dela” (Gênesis 28:18).
Há um ditado que diz mais ou menos assim: “Se você só tiver limões, faça o melhor com eles; faça limonada”. Creio que na realidade o autor deste dito popular pensava em influenciar as pessoas a tirar proveito de cada situação constrangedora ou negativa, pois, por pior que seja sempre aprendemos algo com cada uma delas.
O relato descrito no livro de Gênesis, no capítulo 28 envolvendo um moço que fugia de seu irmão, nos é ainda mais esclarecedor. Nesse, o relato de Jacó poderia ser traduzido da seguinte maneira: “Se a vida de oferece uma pedra, derrame azeite sobre ela e transforme-a num memorial em sua vida”
Foi exatamente isso que Jacó fez. Aquela pedra poderia ser tratada como qualquer outra, mas não foi. Aliás, a ênfase não está na pedra em si, e sim, no que se faz em relação a ela.
Para Jacó, aquilo que poderia ser apenas mais uma pedra no caminho, se tornou um memorial, pois, ali ele percebeu o agir de Deus em sua vida e percebeu que mesmo como fugitivo solitário, ele não estava só, mas Deus o vigiava.
Talvez você diga algo assim: “Mas irmão, Jacó erigiu aquela pedra por coluna e derramou azeite sobre ela porque Deus deu um sonho a ele...”. Correto! Entretanto, ele bem poderia ter ignorado a pedra, mas não o fez; logo, a atitude dele em relação à pedra nos ensina algo muito profundo
Ou uma “pedra” que surge em nosso caminho se torna pedra de tropeço OU ela pode se tornar num memorial, entretanto, nossa atitude diante da situação é que definirá o que ela se tornará.
Deus TEM DADO SONHOS para muitas pessoas – e pessoas inclusive que estão lendo esta meditação – todavia, logo que uma “pedra”“uma situação” – se lhes apareceu ao invés de derramarem azeite sobre ela, a tomaram por empecilho, resultando num enfraquecimento e numa súbita parada na caminhada. Mas, Deus é longânimo e diz que ainda há tempo. 
Tome essa “pedra” que ao seus olhos é embaraço, é dificuldade e a coloque por memorial em sua vida. Derrame azeite sobre ela, ou seja, ORE sobre ela.
Agindo assim você permitirá Deus agir em sua vida de uma maneira tão poderosa que seus pés não serão ligeiros o bastante para se distanciar das bênçãos do Senhor que virão sobre ti e te alcançarão.
Pedra de tropeço ou memorial? A escolha é sua!
Por Vilson Ferro Martins – www.vozdotrono.com.br

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!