CIÚMES: ENTRISTECE A FACE DE DEUS E DILACERA A ALMA

25/03/2010 19:08

..Idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, CIÚMES, iras, discórdias, dissensões, facções..." (Gálatas 5:20) CIÚMES !Olha que interessante essa palavra.

No grego o vocábulo "zelos" , que pode ser encontrada traduzida por "emulações" ou contendas", porém, tem um sentido, digamos, positivo que é "zelo" ou "ardor". O que muitos, que aceitaram a Jesus, desconhecem é que o Espírito Santo anseia por nós com ciúmes - (Tiago 4:5).

 

Por desconhecerem a profundidade de tal verdade, vivem uma vida muitas vezes de amores com as coisas mundanas. Isso para Deus é adultério, então Ele afirma que a amizade do mundo é inimizade com Deus - (Tiago 4:4). Existem outros tipos de ciúmes. Digamos um desejo intenso pela vantagem pessoal, tendo em vista a degradação das realizações e qualidade dos outros.O ciúme invariavelmente se manifesta na, ou através da, inveja.

Será muito difícil vê-los separados. Naturalmente a inveja é uma forma maligna de egoísmo, e, na maioria das vezes, deseja-se o mal ao próximo. A equação é simples: Se eu sinto ciúmes por algo que não posso ter, alimento a inveja que passa a desejar que o possuidor perca o que possui.

 

Lembra-se daquelas duas mulheres que disputavam uma criança, que se apresentaram diante de Salomão ? A que não era mãe verdadeira disse: "Nem meu, nem teu, seja dividido" (I Reis 3:26). Ficou claro que o ciúme e a inveja tinham tomado conta daquela mulher para agir de tal maneira.Outro exemplo bem claro na Palavra é a parábola do filho pródigo. O irmão teve ciúmes e isso foi o início de suas dificuldades. (Lucas 15:25-30).
 

E o ciúme de um cônjuge?

É estranho que o ciúme geralmente venha acompanhar um intenso amor entre as pessoas. Já observou que ele cega tanto as pessoas, que, às vezes, tal pessoa toma a atitude de matar, eliminar, banir definitivamente uma vida, ao invés de ter controle sobre tal sentimento ?

Alguém já disse que o ciúme é o mau cheiro do amor. Será mesmo ?
Olhe só o termo no hebraico é "qinah" e aparece por 41 vezes no Velho Testamento. Mas o que há de curioso ou que nos chama a atenção?

É curioso a Palavra chamá-lo de "espírito de ciúmes" - (Números 5:14). Ora, se a Palavra diz que é um espírito, devemos evitá-lo e também, evitar a ação dele sobre nossas vidas...Eu creio que fica evidente a ação de um espírito maligno, agindo diretamente sobre pessoas que deixam se enredar por esse ciúme negativo que mistura amor com egoísmo.

Se fossemos listar, teríamos "n" casos para relatar, onde A sentiu ciúmes de B e acabou destruindo um relacionamento, uma família, e até mesmo heranças. Rapidamente o que era amor, é infecionado pelo ciúme e imediatamente se transforma em ódio.

Quero colocar um parágrafo aqui que o irmão em Cristo, Takayoshi, escreveu sobre o ciúme no relacionamento conjugal :

"O ciúme de que trata a Bíblia é oriunda do sentimento de propriedade. Propriedade no sentido de ser próprio, ser parte de um todo de forma indivisível. Tal e qual nossos braços ou mãos são nossa propriedade, e jamais poderíamos dispor deles. Jamais poderíamos dá-los ou emprestá-los a outrem. Compreende o que quero dizer?

O segundo tipo é oriundo da arrogância ou da insegurança. Da arrogância quando um dos cônjuges trata o outro como uma coisa preciosa, como uma propriedade qualquer cujo egoísmo não deixa ser vista ou tocada por outrem. As pessoas a quem amamos (ou pelo menos pensamos que amamos) não nos pertencem. Muito pelo contrário. Nós é que pertencemos às pessoas que amamos. Somos capazes de deixar a pessoa a quem amamos ser feliz, ...mesmo que seja ao lado de outro alguém ?".

É claro que um relacionamento baseado na Palavra, onde ambos os cônjuges assumiram seus compromissos segundo a vontade de Deus, dificilmente sofrerão agruras assim.
Finalizando, podemos dizer que o ciúme e a inveja se manifestam no ser humano, pois este é, ou pode ser essencialmente egocêntrico.

Amar consiste em deixar de lado o egocentrismo e a dureza de coração. O apóstolo Paulo escreveu à igreja de Corinto, que o amor NÃO arde em ciúmes e nem ultrapassa seus legítimos direitos.Por que dar espaço para ação desse espírito de ciúme ?

Vamos dar espaço ao amor, que tem origem divina, pois Deus É amor, e portanto, É um antídoto para todo sentimento humano e negativo que possa querer permear o coração humano.Tire a dureza de coração, de qualquer coração e verá que não haverá limites para amar, perdoar, restaurar e viver em liberdade...liberdade que só Deus pode dar...porque Ele É amor...

CONCLUSÃO

Você é o responsável por sua felicidade. A vida é maravilhosa e você pode mudar em si mesmo o que é negativo e o que o atrapalha a crescer e a viver bem. Você pode deixar de pensar que as pessoas não o amam, não o admiram. Você pode afastar os pensamentos de menosprezo para consigo mesmo.

Você pode valorizar seu trabalho, seu estudo, sua família, sua escola, seu mundo e você. Se você pode fazer isso com a sua vida, porque, então, permitir que a sementinha do ciúme, que é gerado pela insegurança habite dentro de você? E como nasce o ciúme?
 
Uma maneira é quando você descobre que é amado por alguém e fica com medo de que não seja bom o suficiente para aquela pessoa. Começa, então, a encontrar defeitos em si e ao mesmo tempo quer, de todas as maneiras, segurar aquela pessoa para você, como se isso fosse possível. Você não é dono de ninguém e nem de nada.
 
Você compartilha as pessoas, usa as coisas e nada mais. Querer ter outro sentimento é querer se enganar. Você pode sim, se preocupar com quem ama. Pode, sim, querer que o respeitem por aquilo que “possui”, mas ir, além disso, é sofrer em vão.
 
Algumas pessoas imaginam que o ciúme dá um toque especial ao amor. Em pequenas doses é até salutar para a relação amorosa, familiar, de amigos, mas quando é o lado egoísta que entra em cena, atrapalhando a sua vida e impedindo-o de ser feliz, o melhor é procurar controlar-se e principalmente GOSTAR DE SI MESMO.

Quem se ama, respeita-se e se faz respeitar. Cuidar do seu amor é imprescindível. Tratá-lo com carinho é excelente, mas sufocá-lo JAMAIS. Quem ama verdadeiramente deve incentivar o outro a crescer, porque o amor é força. Quem prende, achando que assim o outro gostará mais, está perdendo seu tempo e seu amor e o que é pior, afastando-o e, talvez, matando-o.

Se você quer controlar seu ciúme, observe alguns pontos: manter sempre o diálogo; não se magoar por pouca coisa; não exigir do outro aquilo que é impossível ao outro cumprir;. Cada pessoa e cada sentimento deve ser um complemento para a sua felicidade e não motivo de dramaticidade e desespero. Fazer de uma única pessoa o motivo para se viver é não ser cristão e não ter amor a si mesmo.

O ciúme é o reflexo da insegurança, da falta de diálogo, do egoísmo. Para combatê-los confie em si mesmo, converse com seu amor e doe-se, errando se não for possível acertar, mas buscando sempre o melhor, o acerto, o equilíbrio.
 
Jesus está pronto e te libertar e trazer de volta tua confiança, liberdade e felicidade. Entregue totalmente suas dúvidas e receios nas mãos do Senhor.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!