CAMINHOS PUROS

28/08/2013 21:41


 

"Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito." - Provérbio 16:2.

 

Notadamente a ideia de “achar” que temos certeza e nunca estamos errados nas tomadas de decisões – e quando algo dá errado colocamos imediatamente a culpa nos outros se iniciou lá no Éden logo após a queda.

Quando o Senhor pergunta ao homem Adão: “Adão, onde estás?" Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses? (Gênesis 3:9,11). Ele imediatamente começa a se justificar e procura colocar a culpa na esposa, afinal, ele se julga puro a seus próprios olhos...

Semelhantemente observamos outro exemplo. Quando Deus, através do profeta Samuel, questiona as desobediências de Saul, imediatamente ele apresenta suas desculpas, querendo dizer ao Senhor que estava certo em seu caminho... e que portanto, quem estava enganado era o Senhor e não ele. Muita pretensão, não é mesmo?

Assim vamos observando muitos e muitos homens mencionados na Palavra que se justificaram no caminho em que estavam crendo ou achando que estavam certos de suas decisões, entretanto, o Senhor não deseja tal postura. Deus deseja corações que sejam obedientes a Sua Palavra e Sua voz. "É mais importante obedecer do que sacrificar". (I Samuel 15:22).

Se nos descuidarmos tomaremos nossas decisões achando ou crendo que estamos certos, mas, lá na frente daremos com a dura realidade de nosso erro, então nos lamentaremos, choraremos, brigaremos com Deus e indagaremos. P O R Q U Ê Senhor??? Sou Seu filho... Sou Sua filha... isso não podia acontecer comigo...

Será que não estamos andando por caminhos que só agradam a nós mesmos ao invés de negarmos a nós mesmos e agradarmos Aquele que nos criou para Sua glória? O que temos feito, é para agradar a Deus, ou agradar a nossa pessoa ou alguma pessoa?

Queremos ser bem sucedidos em tudo o que empreendemos, e realmente não há mal nisso, mas, o caminho que trilhamos para atingir tal objetivo está em linha com a vontade do Pai e Sua Palavra ou dissociamos nossa vida diária da nossa vida cristã como se fossem duas ou mesmo ambivalentes?

O que é puro para nós, pode não ser puro para Deus... e aquilo que aparentemente não é puro para nós, é puro para Deus...
Se nós estivéssemos diante do rico e do mendigo, conforme Lucas 16:20, qual julgaríamos ser puro, nobre, merecedor de nossa atenção? Certamente o rico, mas, o pobre Lázaro seria desprezado - para nossa vergonha.

Vamos ponderar nossos caminhos, pondo-os diante do Senhor para que a palavra final seja dEle.

Deixemos que o Senhor entre com Sua luz, lançando toda obscuridade por terra, dissipando o nevoeiro da dúvida. Quando estamos na vontade do Pai, ainda que as águas tumultuem e espumejem, e na sua fúria os montes se estremeçam, saiba que haverá um rio... cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do altíssimo, Deus está no meio dela e jamais seremos abalados, e ainda Ele E ele fará sobressair a nossa justiça como a luz, e o nosso juízo como o sol do meio-dia! Aleluia!

 

por Vilson Ferro Martins

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!